Papel branco e lápis

sábado, junho 09, 2012





To imaginando onde você deve estar agora
As lembranças são tudo o que eu tenho 
A minha sala esta solitaria
Não te ouvi, não recebi mensagens sua
E a duvida não me deixa
Talvez por que seja a hora 
De arrumar as malas
E me arriscar por você
Ver novas cores, provar sabores
Crescer...
Nunca se esta pronto para o amor
Nunca se cresce o bastante para ser feliz
Vou desenhar meu sol, em papel branco e lápis
Vou fechar a janela nessa tarde griz 
Sair mundo afora 
Vou buscar seu beijo
É o que eu sempre quis

Um Clichê

quinta-feira, junho 07, 2012




Água com açúcar... Um clichê  
Faz o gosto parecer diferente
Não tem sabor, mas é doce
Muda pouca coisa, parece coisa de imaginação
Um sonho... Faz parecer bom
Ilusão... faz parecer real
Uma historia que poderia ser a sua
Poderia ser a minha
Quem sabe nossa
Uma verdade teatral
Não quero essa farsa
Sou cético nesse sentido
Pouco muda
Desejo contido
Não vou me julgar
Posso parecer  menos doce
Um príncipe de sonho a procurar
E o que há no conto
Porta afora não vou achar
O mesmo encanto das historias
Um bom motivo pra sorrir
A melhor razão pra não sair
O coração quer o que ele quer
Não me queixo
Não se sabe o fim de uma historia real
Você pode tentar, mas não se tem controle sobre o destino
No sim ou não me confundo
Você inventa a historia e assim seu desfecho
Mas não controla o mundo
Estando entre o bem e o mal
Por um segundo
Tudo volta ao normal








Louco comum

segunda-feira, junho 04, 2012



Tantos rostos diferentes
Pessoas procurando se encontrar
Loucura do "de repente"
Estrelas sem céu nem mar
Louco "Déjà-vu", remédios vão nos curar
Tantos contrastes comuns
Caráter a duvidar 
Tantos níveis em só
Afinal, viemos e voltaremos a pó
Querendo ser diferente
Filhos do descontente
Procurando o que é seu
São rostos desconhecidos
Buscando, querendo abrigo
As vozes que vem do além
Malucos de criação
Fantoches do mundo cão
Querendo viver a vida
Luz no túnel, a saída 












Comentarios

Total de visualizações de página

Loading...

Seguidores

Agora

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu

Estou a me procurar sempre, todo dia quando acordo, toda noite enquanto durmo. Como um canceriano sonhador, me procuro em tudo a minha volta. O beijo não dado, o silêncio no canto da sala Por isso me procuro, tentando ser eu mesmo. Sem me importar com julgamentos alheios Homem de humor fleumático Menino que sabe o que quer Sou feito de pele, carne e osso Um amante do que é novo Sobrevivente dos amores platônicos Sou dono do meu nariz Sei que estou aprendendo muita coisa, nada tem acontecido em vão. Sou uma pessoa que precisa ser forte e cada dia mais Preciso de amigos... Minha família é minha base Só não preciso provar nada pra ninguém Continuo crescendo, aprendendo, me fortalecendo... Todos os dias quando acordo...